domingo, 27 de maio de 2018

Fomos a Casa da Orquestra Típica e do Cancioneiro de Águeda

Quando falamos com as pessoas de Águeda, são raras aquelas que não têm uma memória ou uma ligação com  um destes grupos. São acarinhados por gerações de aguedenses e por essa razão não fazia sentido não tentarmos ver por dentro estas duas casas e não conhecer estas pessoas que perpetuam o patrímónio musical e folclórico.
São pessoas que herdam essa paixão, dão do seu tempo e se dedicam à cultura.
A professora Susana, volta a uma infância feliz no seio do grupo do qual fez parte. Os olhos brilham e a palavra anima-se ao falar desses tempos. A irmã, a rofessora Clara também relembra esses momentos alegres da sua juventude. Logo me falaram da professora Rosa Irene que continua esse legado famíliar e é agora a ensaiadora do Grupo do Cancioneiro.
Na turma do 9ºE, o Duarte vibra com estes assuntos, pois corre-lhe nas veias o gosto herdado do seu avó e do seu pai, hoje ensaiador da Orquestra Típica. Nessa mesma turma muitos conhecem a casa porque muitas vezes é lá que se dão algumas aulas do Conservatório. Quando se falou do dia 11 de maio, a Diana disse que também pertencia a esse grupo mas não nos disse que seria o seu primeiro ensaio. Contactei a professora Ana Isabel que é hoje a diretora do grupo ao qual também pertenceu desde sempre.
Por tudo isto, fazia todo o sentido que este projeto do "Património de Trazer por Casa" passasse por vivermos por dentro a vida destes grupos. Lançamos o desafio aos encarregados de educação, assistir a uma ensaio de cada um destes grupos.
Dia 11 de maio, 9h30 , lá estávamos nós, frente à igreja matriz de Águeda, também conhecida por Igreja Paroquial de Santa Eulália, numa noite cerrada e de chuva mas fomos calorosamente acolhidos e convidados a participar diretamente nos ensaios.
Afinal tivemos o privilégio de assistir ao primeiro ensaio da Diana que, soubemos mais tarde, também lá tinha tido a avó.
E o que cantámos e o que dançámos? O Malhão de Águeda pois então!



Foi uma honra assistir ao primeiro ensaio da Diana

O Duarte, debaixo do retrato do seu avô, fundador da Orquestra Típica de Águeda

No ensaio do Cancioneiro, houve rencontros calorosos e muito entusiasmo para dançar... depois de algumas hesitações.








Sem comentários:

Enviar um comentário