sábado, 2 de junho de 2018

Património Gastronómico de Águeda

A Confraria dos Sabores do Botareu de Águeda e a Confraria da Lampantana de Mortágua, vireram à escola e fizeram o que chamam um mini cápitulo.
Vieram divulgar o património gastronómico e mais precisamente a lampantana (carne de ovelha cozinhada no forno em caçoila de barro). 
Foi um momento agradável e muito saboroso de convívio e aprendizagens com os professores de Erasmus vindos da Polónia, Eslováquia, Itália e Lituânia) que estavam de passagem na nossa escola para os seus trabalhos no projeto sobre alimentação saudável.
O projeto continua a ser de Património de Trazer por Casa pois foi dinamizado pelas professoras da casa (Glória Trindade, Fernanda Pascoal e Isabel Viegas) para divulgar a nossa gastronomia além fronteiras, com ajuda da professora Cristina Canas que também faz parte da Confraria dos Sabores do Botareu.
As confrarias apresentaram a Lampantana e as suas origens e falaram dos propósitos das Confrarias na preservação do património gastronómico. Também se cozinhou ao vivo o arroz doce e a barriga de freira. À sobremesa também foram servidos os famosos pasteis de Águeda e fuzis.




A Glória, a Fernanda e a Isabel (anfitriãs do projeto Erasmus)









Grande agitação na cantina a cozinhar, explicar e falar em várias línguas.

Lampantana de Mortágua em caçoila de barro vermelho

Lampantana de Águeda em cacoila de barro preto

Barriga de Freira elaborada na cantina


Sem comentários:

Enviar um comentário